Sonho com o Incubus Louro, noite de 19 para 20 de dezembro de 2010

Esta noite tive um sonho erótico (ou talvez seja melhor dizer “pornográfico” 🙂 bastante intenso.

Sonho que estou em uma velha casa (ou melhor, apartamento térreo) onde morei quando tinha uns oito anos de idade. Junto comigo estão um menino (idade aparente entre 18 e 22 anos, eu diria) mulato, baixinho, e um amigo de infância, que chamarei simplesmente de R., em sua forma adulta.

Sempre tive tesão em R. – alto, bonito, louro, olhos azuis, pau enorme (ocasionalmente eu via ele e o irmão pelados, quando íamos nadar no mato, essas coisas) e, como se isso não bastasse, ainda é um sujeito extremamente inteligente, de família riquíssima, e muito safado. Sim, é o ser perfeito, o Übermensch, o Parágono. 🙂

Oh, bem, melhor dizendo, é quase perfeito, porque até onde eu sei é completamente, radicalmente heterossexual. Mas a versão de R. no meu sonho topa transar com homens, e de fato eu, ele e o menino mulato estamos fazendo a três. Eu penetro o mulatinho, que  é deliciosamente quente e apertado; o menino delira, parecendo quase desmaiar de tesão. Apesar de bombar o garoto, porém, fico de olho fixo no pau enorme (chuto que devia ter uns 22cm no sonho, como uma vez que vi ereto no mundo real) de R., que apenas se masturbava nos olhando. Salivo de vontade de chupá-lo.

Em algum momento, não aguento e pergunto: “Ei. R. posso chupar?” Considero que é preciso pedir permissão, afinal éramos amigos de infância e nunca rolou nada entre nós. R. fica meio surpreso por um instante, mas logo responde: “Claro!”. Caio de boca e consigo engolir tudo, tamanha a vontade, e sinto o meu pau endurecer mais ainda, a ponto de doer de tão duro, com a excitação do ato.

O tesão é tanto que acordo, e de fato meu pau está com uma ereção matinal anormalmente intensa, até doendo. Levanto e meu pau continua duro, na horizontal enquanto ando, por mais um ou dois minutos. Isso é particularmente estranho porque normalmente tenho alguma disfunção erétil – não que eu seja totalmente brocha, mas minha ereção costuma não ser muito intensa (normalmente fica “meia-bomba”) e é meio inconstante;  é  o bastante para eu comer uns caras de vez em quando, como o de duas semanas atrás (na verdade gosto mais de dar, mas “a variedade é o tempero da vida” :), mas é muito raro ficar duro igual uma pedra como ficou hoje. Parece que um estímulo ultra-poderoso como essa aparição onírica de um tesão de infância, e que ainda por cima é exatamente o meu tipo de homem preferido (prefiro os louros, e pau grande é quase que uma condição imprescindível para mim), faz toda a diferença para uma ereção fenomenal.

Volta e meia tenho sonhos eróticos com esse que eu chamo de “meu incubus“. Ele sempre, inevitavelmente aparece sob a forma de um louro de pau enorme, mas os detalhes variam. Às vezes aparece como um rapaz magrelo e desengonçado, outras como um saradão com cara de lutador de WFC, mas de alguma forma sempre sei que é a mesma “pessoa”. Como neste sonho, em fiquei com a sensação de que o R. era um “Falso R.”. Mas, quer saber? Quem se importa? Foi uma delícia do mesmo jeito, e espero que o incubus apareça mais vezes. 😉

P.S.: lembrei que hoje na rua, quase pela hora do almoço, vi um louro de olho claro com cara de uns 30 e tantos anos com um pausão aparecendo na bermuda jeans, virado para baixo; ele notou que olhei e fiquei todo “problemático” de tesão. E agora de tarde conheci outro louro de olho claro numa sala de chat, e existe a vaga possibilidade de fazermos algo a noite. Isso em uma cidade/estado onde louros são bastante raros – ao que parece estou com sorte hoje. 😉

Advertisements

About ducard

Alguém com preguiça de se descrever.
This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s